Publicado por: oconteudo | maio 24, 2009

A equação da felicidade…

A formula mais complexa e mais indecifrável já inventada pelo homem sem sombra de duvidas é a felicidade, ou melhor, a busca por ela. 

O que originalmente um dia foi ‘Felix’ do latim ‘fértil/que da frutos’ e que foi utilizado para expressar ‘Felix Arábias’ as terras fertéis da Arábia nos antigos mapas é hoje um cálculo, um plano ou algo que o ser humano almeja, mas geralmente quando conquista, não se da conta que já descobriu a receita mágica e logo se esquece o que é ser feliz!

Conheço muitos que passam uma vida toda buscando pela felicidade. Pela felicidade:

Para um bom trabalho. Estudam 15 a 20 anos, graduados, buscam o melhor emprego, passam por alguns não tanto agradáveis, mas um dia conseguem o tão sonhado posto na tão sonhada empresa. Porém, quando conseguem, pouco tempo depois começam a esquecer todo o sacrifício passado até ali, começam a já não perceber onde estão, e toda estrada que foi caminhada. Com o tempo, vão querendo um salário melhor, uma posição maior e começa então a busca por novos degraus, novos desafios na atual ou em uma nova empresa. Agora, se você se encaixa nesse perfil, fique tranqüilo, pois sim, isso é normal e se dosado na medida certa, extremamente saudável.

Para um amor, chegam a adolescência e começam a experimentar novas sensações, as primeiras atrações, os primeiros beijos, os primeiros frios na barriga e os primeiros relacionamentos. Passam alguns anos e os namoros passageiros já não tem mais tanta graça, então começa algo mais sério, um ou dois noivados e então o tão sonhado casamento que pode durar meses, poucos anos ou uma vida inteira(essa é uma outra equação que falaremos em outro post). O curioso aqui é que vejo muitos amigos e conhecidos passando anos com alguém para descobrir que não era bem isso que queriam e começam a pensar que tudo o que passou, foi apenas tempo perdido e simplesmente retornam à ‘adolescência’.

Para os filhos, planejados ou inesperados, aos seus 20, aos 30 ou aos 40 anos, esses sempre serão uma mistura de frio na barriga com felicidade e medo, medo do desconhecido, mas pai que é pai, biológico ou de criação sempre vai querer o melhor para o seu filho, as vezes, por não olhar um pouco ao seu lado pensa que o melhor que está fazendo é o correto, e as vezes não é. E os filhos? Sempre achando os pais ultrapassados, caretas e que sabem menos que eles, esquecem que no fundo os pais só querem o seu bem e se sentem responsáveis por sua vida. Nesse ponto o dialogo, a transparência e honestidade de ambas as partes contribuem muito para um bom futuro.

Para a morte, sem sombra de duvidas essa é a maior de todas as certezas de uma vida. Todo ser humano ao nascer terá em seu kit da vida apenas um punhado de certezas, e lhes digo o que são: O Livre arbítrio, a capacidade de escolher entre o sim e o não, o certo e o errado, o caminho bom e o caminho ruim e junto com o livre arbítrio a certeza de que um dia vai morrer. Não se pode saber, quando ou como, mas sabe-se que esse dia vai chegar. O que mais me espanta nas pessoas é que de tanto buscar a felicidade, muitas não pensam na certeza da morte, e por não pensar, quando ela chega a um ente querido, a alguém muito próximo, para quem fica e não pensa nisso, a dor é infinitamente maior do que para aquele que pensa um pouco, pois todos partem, uns antes da gente, outros depois, mas todos vão partir, não sabemos para onde, mas deixarão de existir nesse lugar em comum e só ficará a saudade e as boas lembranças.

Então, se a felicidade para você é isso, seja bem-vindo ao Rol das poucas pessoas que sabem qual a equação correta. Tudo isso independente se você é rico ou pobre, mega-empresário ou gari, vive numa mansão ou barraco, tenha sempre estes objetivos em mente e domine a equação da felicidade:

– Trabalhe no que você gosta e onde você deseja

– Namore e case com a(o) parceira(o) que te apóia e que te quer bem

– Tenha filhos, mas só 1 ou 2 no máximo, para criar bem e com boas condições

– Viva, conquiste vitórias grandes ou pequenas e as celebre sempre junto aos entes queridos

– Diga ‘eu te amo’ ou ‘você é importante para mim’ para quem você gosta, e apenas não diga nada para quem não gosta

– Seja paciente, as vezes a felicidade demora um pouco a chegar, mas para quem não desiste, ela sempre chega

 E no final, quando chegar a sua hora de partir ou de alguém que você gosta, faça um rápido filme na sua memória e você verá que realmente tudo valeu a pena, e que cada segundo contou e o importante foi dito, foi feito e foi celebrado seguindo a equação da felicidade!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: